01/642: Big eyes

  1.Descreva a sua aparência física (na terceira pessoa), como se você fosse uma personagem de livro.

Ela era tão distante que parecia estar sempre viajando nos mundos em que criava.
Estranha à olhos de quem não a conhece, tímida aos que convive por pouco tempo.
Fala mais do que o homem da cobra quando se sente à vontade, quieta que nem um buda quando está com a melancolia testando sua mente.
O seus sentidos são aguçados de forma à perceber o que não está certo, e deveras vezes já acertou em cheio quando o cupido fez seu papel.
Se isola quando não quer que te vejam triste ou sofrendo, ela acha que as pessoas devem ser felizes e nunca devem ficar sozinhas, nem quando vão tomar aquele café na padaria mais longínqua da rua mais terrosa.
Gosta das coisas mais simples o possível e não é ambiciosa com o que não é importante para sua vida. 
Já quis ser vegetariana e quando deu certo se sentiu bem com isso, mas quando viu que sua mãe tinha feito frango desistiu de tudo e foi ser feliz comendo aquilo como se fosse a primeira vez. E depois de ter dito tudo isso, eis que percebo que deveríamos falar da sua aparência.
Sempre descontente com sua franja mas antes curta do que a cegando e, depois de um tempo não quis mais ter o cabelo comprido por achar que dá uma trabalheira e se rendeu a cortes de todos os tamanhos. Tentou ser diferente um tantão de vezes, mas sempre voltou ao que era, aquela menina dos pés  pequenos e orelhas de criança.
A grandeza de seus olhos nunca mentiam sobre tal sentimento, mesmo que quisesse ela revelava com um olhar o que pensou. 
Era certo de que quando não gostava do tinha feito ela voltava à tacar lhe preto no cabelo.
De altura mediana sempre achou que fosse alta, porém não era. Silly girl.
Alguns a achavam índia por ter a pele parda e o cabelo tão negro, outros já pensavam que era mestiça por sempre usar o tal delineador. Os olhos pareciam ter saído de algum anime.
O sorriso era algo que nunca lhe faltava, pelos lábios habitarem dentes pequeninos que um dia o aparelho ortodôntico escondeu. Agora sim ela sorri, e muito.



Taís Amaral

6 seasons and a movie, random is my firts name. Futura publicitária que ama Design e tudo o que envolve arte. Se envolve demais com os personagens de séries e tem uns sonhos pós-apocaliptos muito loucos que, um dia, podem virar conto.

Instagram