diary : indecisões da vida adulta



Parece que depois dos tão sonhado dezoito anos tudo mudou de forma drástica.
A responsabilidade ficou do tamanho de Júpiter, e a indecisão tomou conta do meu ser. Até me assustei pois de indecisa eu não tinha nada, comigo era vapt-vupt. Hoje não consigo nem decidir mais que sapato comprar quando tenho que escolher.

Crescer era algo tão almejado que quando chegou essa fase da vida eu parei e vi que não era tudo aquilo. Desenvolvi medos que antes ria de quem os tinha por serem tão bobos. Medos muitos bobos.

Parece que a gente cresce e os medos, inseguranças e paranoias vão aumentando. O medo de errar ou fazer algo estúpido é tanto que tô deixando de viver coisas pra pensar no que pode acontecer, no que vão poder falar, na merda que pode dar. Viu? Tudo no futuro, um futuro que oscila a cada passo dado. Assim acabo fazendo nada e fico nesse nichijou de dejavús eternos, até que aconteça algo diferente. E mesmo acontecendo coisinhas diferentes, o medo me prende de tentar algo novo, de bater de frente, de evoluir.

É assustador tentar lidar com isso, e agoniante tentar e falhar sempre, falhar de algum modo (a decepção pode ser um deles). Agora entendo o porquê das pessoas se acomodarem, de não quererem enfrentar búfalos em procura de melhorar. Sei que a vida pode não ser levada desse jeito, mas o que falta é a coragem e a perseverança do pensamento positivo.

Ainda há aqueles que acham que pensar positivo é inútil, mas é evidente a necessidade de palavras boas para nos alegrar, não vindas dos outros (mesmo que seja bom ouvir de outras pessoas); mas sim de nós mesmos, temos que nos dar conta que a mudança a ser feita é de dentro pra fora. 
Mas ainda é difícil focar no pensamento positivo quando se vive num ambiente em que todo dia alguém te põe pra baixo e fala o quão ferrado, inútil, sem futuro você é.
Há sempre obstáculos, e alguns são quase impossíveis de lidar, a não ser por uma mudança drástica.

Espero achar ajuda pra me tirar dessa fase totalmente useless pra minha vida.
Apenas quero paz pra minha mente, quero estar de bem comigo.
Por enquanto o humor vai me salvando de tantas preocupações.

Cês também tão assim? Cês já passaram por essa fase? Como faz pra ir pro próximo level?
Aguardo reforços.


0 comentários