Sobre a faculdade de Publicidade e Propaganda


Desde o começo do ano eu estava agoniada pra fazer alguma coisa da vida que me desse um segmento que eu gostasse. Procurei MUITA coisa, desde fazer comidinhas pra vender até freelas de design. Mas como todo mundo sabe, o começo não é nada fácil. Ainda mais quando o apoio familiar é 0. Então pensei por um tempo e decidi fazer uma faculdade que eu realmente gostasse. Aí veio a dúvida: Design x Publicidade.

Conversei com muita gente, enchi a paciência de várias pessoas no facebook que eu sabia que um desses cursos elas já haviam frequentado. O amor por Design é forte mas eu não queria fazer só isso (calma, não estou generalizando), então escolhi Publicidade por já ter um pezinho em Marketing (outra área que sou apaixonada).

Como estou no primeiro ano, ainda é muiiiito cedo pra falar como tá sendo e se superou minhas expectativas frustadas de faculdade (vide tag minha faculdade), BUT já posso falar alguma coisinhas.

Cara, que grade chamativa! Já estou ansiosa pro 3º ano que terá introdução à cinema (mais que demais). Tem muita aula legal! A maioria delas é muita troca de ideias e debates (tenho até uma certa desconfiança de um professor que TODO fim de aula pede pra que pensemos em algo pro mercado, seja um aplicativo ou uma nova função pra algum produto existente. Me dedico e fico com aquela de "e se ele roubar minha ideia?"(Aí assino tudo). Bastante seminário pra fazer(descobri que amo falar em publico MESMO me dando piriri no dia de apresentar e dando pane nas palavras. Uma hora eu me acostumo.), bastante coisa pra pesquisar e muita liberdade de expressão nos seminários e apresentações. Um exemplo é meu grupo ir apresentar trabalho de filosofia bem gótica sobre a arte.

Tá tudo bem corrido,  os professores metem trabalho pra ontem! O que não é ruim, tô amando pesquisar BUT o que pega é o temido trabalho em grupo. Eu o-d-e-i-o trabalho em grupo, mas fazer o quê? Regra é regra. Porém, tem certas horas que eu até tiro umas lições e dou razão à "duas cabeças pensam melhor".

Além dos trabalhos, tem muita palestra. O legal é que a gente sempre tem a flexibilidade de assistir à palestras sobre design e jornalismo. Poderíamos (já sim) dizer que o sentimento tá sendo de realização, de descoberta. Parece ser o que quero.

Virei uma das representantes da sala e meu, como isso tá sendo prestigioso! Com tanta ideia na cabeça consigo passar algo pra coordenadora quando tem evento (ou criar um evento). O tete-à-tete tá sensacional. A Lilian, nossa coordenadora, é super mente aberta e adora sugestões o que facilita (e muito) a conversa com ela.

Mesmo com toda essa parte linda, ainda tenho coisas pra reclamar. Mas essa parte fica com a @Ana, que sempre tá me dando umas dicas e compartilhando do que já passou. Sorry Ana, my bad.
Esse é só um relato do primeiro ano. Será que vai mudar muita coisa pra ano que vem? Será que já vou conseguir um trabalho na área? Será? Será? 

Ah, e se você faz, já fez ou melhor, quer fazer publicidade, deixa um comentário aí!






Taís Amaral

6 seasons and a movie, random is my firts name. Futura publicitária que ama Design e tudo o que envolve arte. Se envolve demais com os personagens de séries e tem uns sonhos pós-apocaliptos muito loucos que, um dia, podem virar conto.

Instagram