pilotos do semestre

Esse começo de semestre tá cheio de novidadezinhas. O Kana ama baixar vários pilotos pra ver qualé que é das séries, ou até mesmo arriscar as da Netflix(depois de uma hora pra escolher algo no catálogo - Netflix melhore suas descrições, for gods sake). Ficamos órfãos de várias séries clássicas e estamos na busca de algo pra preencher esse vaziozinho. Será que vai rolar?



The Last Man On Earth

Imagina você acordar e ser a ultima pessoa na terra. Totalmente sozinha. Phil roda o pais procurando alguma companhia, deixa recados para caso alguém aparecer. A série é engraçadinha, no começo, depois de uns 3 episódios não dá pra tolerar tanto a chatice do personagem principal - e o foco desnecessário que a série toma ~gross~. Sério, se tem um protagonista que eu odiei since o do 70's Show é esse (so-fucking-annoying).


Master Of None

Não sei porquê não assistimos essa série antes. É muito boa! O comediante Aziz, que fez Parks&Rec, agora tem seu próprio show. É sitcom então, não tinha como eu não amar.
Essa tá bem atual e nada maçante. São tantos assuntos abordados, coisas que se a gente pensar é até bestinha mas são coisas da vida, fazem parte do dia a dia e são essas coisas que me fizeram sentir tão próxima da série. Todos os personagens são maravilhosos, no exception.


The Leftovers

O começo me lembrou um pouco The 4400, do nada várias pessoinhas somem do mapa, sem rastro. A cidade toda fica em eterno luto, pois além de desmanchar várias famílias um grupo de - digamos- rebeldes se uniram para protestar esses desaparecimentos em silêncio - chega a parecer um culto. Vimos uns 2(?) episódios, então sem muitas conclusões. Cin já citou ela em um post, vale o clique!


Wayward Pines

No clima um tanto Twin Peaks, Wayward Pines é bem mais misteriosa - e trash. Dois detetives vão investigar o sumiço de mais dois outros detetives que deram ultima nota à caminho de Wayward Pine. O que eles não esperavam era sofrer um acidente um tanto estranho e acabarem em Wayward Pines - uma cidade um tanto retrô onde tudo parece figuração. Gostamos bastante da série, é aquele misteriozinho de cidade do interior mas que quando você começa a captar as coisas vê que é muito mais do que você imaginou.


Travelers

Você começa não entendendo nada e amando tudo. Eu vi apenas dois episódios, o Kana já viu mais e disse que fica muito melhor! O que entendi é que no futuro a human-race tá fadada à extinção, então o que eles pensaram? Pô, vamos voltar, pegar o corpo de quem vai morrer de hospedeiros assim conseguimos prever alguns desastres. O interessante é a adaptação dos Travelers nos corpos, tentar entender a rotina de cada hospede tem que ser um processo rápido e nisso não tem como não dar sinais as pessoas próximas de que a pessoa mudou. É demais!


Lucifer

Agora que entrou na Netflix tá muito mais fácil de assistir essa sériezinha. Imaginem que o filho do Deus das Trevas está em Plano Terrestre. Gente, não sei vocês mas eu achei esse Lucifer tão bonzinho que nossa, um anjo mesmo(mas que piada). Titio Luci gosta de enigmas e um desses é uma Detetive que, por alguma razão, não cede à seu feitiço.Interessante? Sim.Vamos continuar? Não sei ainda, Master of None tá ganhando no quesito consistência.


Dollhouse

Essa série é a mais diferente que vimos. Uma empresa aluga pessoas pré-programadas para diversas atividades. A trama é focada na Echo, uma das Dolls, que eventualmente começa a ter resquícios de personalidades passadas. Cada episódio tem uma aventura diferente que te prende a atenção, é bem daquelas séries que dão situações pouco possíveis de saída e sempre conseguem tramar algo criativo pra resolver a situação. Tudo isso sem por em risco a empresa, afinal a empresa é ilegal. Obviamente que já tem algumas pessoas atrás de descobrir algo da empresa, mas nossa eles são TÃO ruins que ficou muito engraçado.

Depois do vácuo que ficamos de séries sensacionais, assistir despretensiosamente é hobbie - até achar alguma que gostamos. Quer indicar alguma? Manda aí!

0 comentários